Tem a certeza que sabe o que é um oftalmologista?

Tem a certeza que sabe o que é um oftalmologista?

A visão estrutura toda a informação que é captada pelos outros sentidos.

Por intermédio da retina obtemos a perceção da imagem que é captada e enviada ao cérebro.

Mas, uma visão saudável inspira cuidados primários e proteção!

O papel do oftalmologista é determinante na nossa qualidade de vida.

O oftalmologista é então o profissional que realiza os tratamentos médicos e cirúrgicos em clínicas e em hospitais públicos/privados.

Neste artigo, partilhamos algum do nosso conhecimento sobre o papel do oftalmologista na sociedade e, indicamos os fortes motivos para ir regularmente às consultas de oftalmologia.

 

Com os progressos tecnológicos, a oftalmologia testemunhou uma evolução ao nível dos mecanismos de diagnóstico e tratamento avançado.

A oftalmologia foi ainda um dos primeiros ramos da medicina a ter uma especialidade.

 

Sabemos, por experiência, que muitos termos técnicos e complexos desta área induzem a muitas dúvidas.

Vamos desmitificar alguns destes termos e, responder a algumas das dúvidas que recebemos de vários pacientes.

Mas, antes de compreender a importância da consulta oftalmologia é crucial saber mais sobre o trabalho do oftalmologista.

 

Quer aprender mais sobre esta profissão?

Descubra algumas pistas no próximo tópico.

 

O que é oftalmologista?

Este profissional realizou uma preparação profissional médica e cirúrgica, de pelo menos 10 anos, orientada para o diagnóstico e tratamento de doenças dos olhos e da visão.

Durante uma década adquire competências para o diagnóstico e tratamento médico e cirúrgico geral na área da oftalmologia, tornando-se especialista.

Depois sim, dedica-se de uma forma mais específica a determinada área da oftalmologia – SUBESPECIALIDADE onde o componente médico, mas fundamentalmente o cirúrgico, mais específica e intensamente. São exemplos: Córnea, Retina, Olho Seco, Glaucoma, Cirurgia Refrativa ou Oftalmologia Pediátrica.

Conheça agora as vantagens de realizar consultas de rotina com o oftalmologista!

 

Muitos pacientes não têm o hábito de ir às consultas de oftalmologia e, quando decidem finalmente ir, já manifestaram alguns sinais de alerta.

É um erro procurar o médico dos olhos ou oftalmologista só quando surgem dificuldades de visão ou desconforto nos olhos.

A prevenção é a única solução se quiser evitar doenças oculares.

É neste momento, que a nossa intervenção enquanto oftalmologistas é determinante!

Nas consultas avaliamos o grau de acuidade visual e, identificamos eventuais problemas de visão.

Ao realizarmos o exame oftalmológico precoce conseguimos, em muitos casos, reverter o quadro clínico do paciente.

Porém, os casos que inspiram maior atenção são os pacientes assintomáticos.

Perceba o impacto que as consultas de rotina têm nestes pacientes!

 

O glaucoma é uma doença que não manifesta sintomas na fase inicial. Se diagnosticarmos precocemente impedimos uma cegueira irreversível.

De igual forma, conseguimos corrigir défices visuais, como o astigmatismo e miopia, quando examinamos atempadamente o paciente.

 

Estes e outros casos reforçam a necessidade de avaliarmos frequentemente a sua condição oftalmológica.

Em resumo o médico oftalmologista atua no:

  • Diagnóstico e tratamento médico de doenças oculares;
  • Subespecialidade – tratamentos médicos e cirúrgicos diferenciados;

 

Assim, muitos oftalmologistas optam por tirar uma subespecialidade:

 

E onde atua então o oftalmologista como cirurgião?

Quando é necessário intervir quer nos traumas oculares, quer na resolução de determinadas situações é necessária a intervenção de um cirurgião oftalmologista.

Na nossa clínica os nossos médicos oftalmologistas tem várias subespecialidades que englobam o componente médico e cirúrgico tal como, na catarata e córnea/refrativa, glaucoma ou vítreo-retina.

Assim, quando necessitar de realizar uma cirurgia aos olhos os nossos médicos estão preparados para, de uma forma experiente e diferenciada, o ajudar!

 

Agora já sabe de que forma o podemos esclarecer e orientar.

O que ficou ainda por descobrir é como pode identificar uma urgência de oftalmologia.

É essencial saber o que fazer perante um caso de urgência. Para o ajudar, preparamos algumas dicas!

 

O que é uma urgência de oftalmologia?

Nestes casos é crucial interpretar alguns sinais e sintomas!

Se apresentar dor nos olhos, vermelhidão, inchaço, tremor nos olhos ou derrame, deve alertar imediatamente o seu oftalmologista.

As urgências oftalmológicas são danos oculares, muitas vezes irreversíveis.

Só, nesta fase, é que muitos doentes percebem a proporção que um problema de visão causou ao não ser diagnosticado.

 

Sabemos que existe muita procura por oftalmologistas que realizem urgências no Porto.

Estas urgências representam um risco iminente. Por isso devem receber tratamento o mais imediato possível.

Mas nem tudo são más notícias!

Temos a solução e podemos ajudar!

Na nossa clínica, temos profissionais qualificados em diversas subespecialidades da oftalmologia e de outras especialidades tais como por exemplo, psicologia, nutrição ou cirurgia plástica.

Estas vertentes imprimem multidisciplinariedade na realização dos tratamentos que necessita.

 

Se estiver interessado, marque já na Clinsborges a sua consulta de oftalmologia.