Lasik: descubra o que é

Lasik: descubra o que é

O tema de hoje é referente a uma das maiores revoluções oftalmológicas – a Cirurgia Lasik!

Os avanços tecnológicos desencadearam uma série de procedimentos cirúrgicos e técnicas inovadoras como a cirurgia refrativa Lasik.

Quando o assunto é saúde ocular, é comum algumas pessoas procurarem conselhos sobre o que devem ou não fazer para prevenir futuros problemas de visão.

Estes conselhos podem ir desde uma alimentação saudável, utilização correta dos óculos até aos melhores tratamentos.

Cada caso é um caso e, nem sempre o mesmo tratamento tem o mesmo resultado em todos os doentes.

Estas recomendações online, sem orientação de um médico oftalmológico podem atrasar o diagnóstico precoce e, comprometer o êxito da cirurgia e a recuperação do paciente.

Conscientes da magnitude do problema, neste artigo vamos esclarecer algumas das dúvidas relacionadas aos erros de refração e, a recuperação da visão com lasik.

Afinal, o que são erros refrativos?

Nos olhos emetrópicos (saudáveis), os raios de luz que os atravessam, formam uma imagem nítida na retina.

Já, os problemas de refração, não permitem a focagem dessa imagem na retina.

A boa notícia é que a cirurgia oftalmológica lasik é uma das soluções que permite sem o uso de óculos ou lentes de contacto corrigir erros refrativos, como a miopia, o astigmatismo e hipermetropia.

Quer saber mais sobre o Lasik?

Vamos começar?

 

Lasik Cirurgia o que é

Atualmente, a operação lasik é uma das mais procuradas por viabilizar a diminuição ou mesmo a eliminação da dependência de óculos ou lentes de contacto.

O lasik é capaz de reduzir até 6 dioptrias e, de corrigir por completo problemas visuais.

Deve ainda saber que esta cirurgia pode ser realizada com recurso a dois tipos de laser:

  • Femtolaser, ocupa-se da fotodisrupção ótica e cria um flap (retalho) corneano;
  • Excimer laser, opera a fotoablação ótica para corrigir defeitos e melhor a visão.

 

O nosso corpo clínico é formado por oftalmologistas altamente especializados na Cirurgia lasik.

O exame oftalmológico completo é o nosso ponto de partida, para detetarmos doenças oculares que contraindiquem a cirurgia.

Som um bom candidato?

Para ser submetido à intervenção deve reunir estes critérios:

  • Ter mais de 20 anos;
  • Possuir graduação estável no último ano;
  • Ausência de lesões oculares;
  • Miopia de 1 a 6 dioptrias;
  • Hipermetropia de 1 a 4 dioptrias;
  • Astigmatismo até 4 dioptrias.

Contudo, as questões mais colocadas são relativas à recuperação da cirurgia lasik.

Descubra algumas pistas no próximo tópico!

 

Cirurgia Lasik – pós-operatório

O Lasik destaca-se de outras intervenções por ser indolor, pela rapidez com que a cirurgia é realizada e, pela rápida recuperação.

 Fica a saber que o tempo de cirurgia bilateral é inferior a 30 minutos e, não requer internamento.

Alterações na visão, como visão desfocada, é estabilizada em média de 1 a 4 semanas.

Neste período, é crucial que as consultas sejam regulares para monitorizarmos o processo de cicatrização.

Apesar do pós-operatório não exigir muitos esforços, existem certas precauções que ajudam a recuperação da zona afetada.

A ausência de exercício físico e evitar esfregar os olhos são precauções a ter em conta.

Os pacientes têm de ser elucidados de cada passo da cirurgia, em particular dos efeitos colaterais.

 

Cirurgia Lasik – Efeitos colaterais

Com a ajuda desta técnica, já asseguramos a qualidade de vida e a recuperação visual, de inúmeros pacientes.

Apesar das vantagens do Lasik, já constatamos algumas exceções.

Os sintomas que os pacientes manifestaram vão desde:

  • Sensibilidade à luz;
  • Halos em torno das luzes;
  • Sensação de corpo estranho;
  • Olhos secos

 

Qualquer cirurgia possui vantagens e riscos. Antes de tomar uma decisão é fundamental avaliar os prós e os contras.

Confira agora algumas das complicações associadas ao Lasik!

 

Cirurgia Lasik – Riscos

  • Novo tratamento

2 a 4% dos casos necessitam da reoperação para obter a correção desejada.

A cicatrização incompleta, lesões na região ocular podem ser prevenidos se o paciente seguir as indicações dadas no pós-operatório.

Ao tocar exageradamente nos olhos pode facilitar o deslocamento do Flap, a porção da córnea que é recortada pelo laser de fentosegundo.

  • Traumas oculares

Se sofrer algum impacto na região operada pode comprometer a cicatrização.

Para o evitar deve interromper temporariamente a prática desportiva que envolva ou possibilite o contacto com os olhos, durante algum tempo.

  • Defeito refractivo residual

Depois da operação, alguns casos necessitam de usar lentes corretivas para algumas (raras actividades).

O exame oftalmológico serve precisamente para eliminar esta eventualidade, ao avaliarmos se o paciente é ou não um candidato à cirurgia.

Nas consultas orientamos o paciente para os cuidados que deve ter antes da realização dos testes pré-operatórios e da cirurgia.

Antes das duas intervenções, os utilizadores de lentes de contacto, consoante o tipo de lente, devem interromper o seu uso 5 a 15 dias.

Conhecer tudo o que diz respeito à cirurgia lasik é essencial para gerir as expectativas do paciente quanto ao tratamento.

Descubra como o podemos ajudar no último tópico!

 

Lasik em Portugal

Se já está à procura de uma clínica para realizar a cirurgia lasik, temos a solução ideal para si, no Porto!

Como Centro especializado no tratamento de doenças oculares, dispomos de várias técnicas para efetuar a Cirurgia Refrativa, todas elas com um alto nível de satisfação dos pacientes.

Conte com a Clinsborges para preservar a sua visão!

Se estiver interessado, marque a sua consulta de oftalmologia, através dos contactos disponibilizados.

Leave a Reply

Your email address will not be published.