Glaucoma sintomas descubra quais são os 4 principais

Glaucoma sintomas descubra quais são os 4 principais

Quando ouvimos falar de cegueira ficamos naturalmente apreensivos e inquietos.

A esmagadora maioria das pessoas sabe que o glaucoma é uma importante causa de cegueira irreversível.

Contudo, a despreocupação ou mesmo negligência aos sintomas do glaucoma são o contratempo médico atual.

Neste artigo, vamos relacionar os sintomas de glaucoma com a importância de um acompanhamento oftalmológico assíduo.

 

Marcar uma consulta de oftalmologia e realizar exames oftalmológicos de rotina é, pelo menos, de dois em dois anos são boas medidas de prevenção!

Nas consultas detetamos problemas de visão e, se for necessário, solicitamos exames complementares.

Uma das preocupações do oftalmologista é o diagnóstico do glaucoma. É prioritário estudar a história clínica do paciente e identificar grupos de risco.

Ainda assim, iniciar o tratamento atempadamente é um verdadeiro desafio!

O doente não consegue identificar os défices visuais causados pelo glaucoma.

Aparenta estar tudo normal, mas na realidade a visão já está comprometida.

 

Por tudo isto, o diagnóstico precoce é decisivo!

O glaucoma só é detetado num exame oftalmológico completo, no qual medimos a pressão intraocular e examinamos o fundo do olho. Se necessário, o paciente realiza exames tais como o campo visual ou o OCT.

Não só conseguimos atuar de imediato como poderemos evitar a perda visual e a cegueira.

 

A missão enquanto médico oftalmologista é alertar para as implicações de um olho com glaucoma.

Contudo, para lidar com esta doença silenciosa é crucial compreendê-la detalhadamente!

Vamos começar?

 

Glaucoma o que é?

Suponho que esta é a definição que procura:

O glaucoma caracteriza-se como um grupo de doenças dos olhos que danifica o nervo óptico.

Este nervo é responsável pela transmissão da informação ao cérebro. A lesão provoca perda de visão irreversível.

 

Na maioria dos casos, a doença está associada ao aumento da pressão ocular.

Ocorre pelo desequilíbrio entre a produção e a drenagem do líquido do olho (o humor aquoso).

Inevitavelmente, constatamos o aumento da pressão ou tensão ocular e a morte das células nervosas.

Nesta fase, o nosso foco é impedir o caminho ou progressão para a cegueira!

 

Precisamente por ser um grupo de doenças dos olhos não se limita a um tipo.

Descubra agora que tipos de glaucoma podem ser diagnosticados no olho!

 

Quais os tipos de glaucoma?

  • Glaucoma congénito

Alguns recém-nascidos nascem com a doença e, se não forem diagnosticados precocemente conduz à cegueira irreversível.

  • Glaucoma neovascular

Associada à elevada pressão intraocular.

Acreditamos que os diabetes são a origem principal do problema. Ao provocarem lesões na retina (retinopatia diabética) podem originar secundariamente o glaucoma neovascular.

  • Glaucoma agudo

A pressão intraocular aumenta subitamente.

Se não intervimos de imediato é impossível reverter a perda de visão.

  • Glaucoma de ângulo fechado

O olho não drena porque os canais estão bloqueados, dado que o angulo entre a íris e a córnea não se abre tanto quanto deveria. O aumento da pressão ocular ocorre rapidamente.

  • Glaucoma de ângulo aberto

O líquido não drena adequadamente para fora do interior do olho, o que aumenta a pressão ocular. A qualidade da visão diminui gradualmente.

 

A verdade é que existe muita desinformação no que diz respeito aos sintomas glaucoma.

Recebemos muitas dúvidas e questões sobre os sintomas de glaucoma no olho.

Descubra agora os 4 principais sintomas de glaucoma em pessoas!

 

Quais os sintomas de glaucoma?

Existe muita pesquisa por glaucoma sintomas dor de cabeça.

Será este sintoma mito ou verdade?

Estes são os 4 pontos a reter:

 

  • Dores nos olhos e na cabeça

No glaucoma agudo sintomas como dor nos olhos e na cabeça são recorrentes. Isto devido ao aumento súbito de pressão ocular, que transmite a sensação de dor e desconforto.

Os pacientes crónicos sentem este efeito, mas em menor intensidade.

 

  • Observação de halos em volta das luzes

O reflexo da luz nestes elementos é mais comum durante o dia.

Com a progressão da doença, o reflexo em torno dos objetos dificulta a rotina diária dos doentes.

 

  • Diminuição da visão periférica

A perda de visão periférica pode ser bastante subtil.

O doente reconhece nitidamente objetos distantes, mas o mesmo não acontece com a visão das laterais.

Em estados avançados, a visão central começa a ser afetada.

 

  • Visão embaçada e turva

A percepção periférica só é reconhecida quando o paciente apresenta visão turva.

Se não for tratado, o campo visual estreita-se e a visão central pode ser drasticamente afetada.

 

Da mesma forma, outra pesquisa é glaucoma sintomas iniciais.

É importante reforçar que não observamos os mesmos efeitos em todos os casos.

Muitos doentes não manifestam sintomas iniciais de glaucoma.

 

Já sabe identificar os sintomas de glaucoma.

Mas, neste momento, a dúvida é se existe ou não cura para glaucoma.

Encontre esta e outras informações no próximo tópico!

 

Cirurgia glaucoma e tratamentos?

Uma vez que as lesões são irreversíveis, a preocupação no tratamento de glaucoma é preservar a qualidade de vida do paciente, impedindo que a doença não evolua.

 

Como primeiro tratamento, aplicamos gotas (colírios) para reduzir o valor da pressão ocular.

Se os colírios ou o laser não surtirem o efeito desejado recorremos à cirurgia do glaucoma.

A técnica Trabeculectomia permite criar uma via de drenagem do humor aquoso, com formação de uma bolha subconjuntival.

O tratamento glaucoma é indispensável para revertermos a possível perda de visão.

 

Se já está a ponderar uma consulta de urgência de oftalmologia no Porto, podemos ajudá-lo!

A nossa clínica tem os tratamentos adequados para situações oftalmológicas urgentes.

Se estiver interessado, marque já na Clinsborges a sua consulta de oftalmologia de urgência, através dos contactos disponibilizados!