Cor dos olhos do bebé: Qual será a cor definitiva?

Cor dos olhos do bebé: Qual será a cor definitiva?

Como é formada a cor dos olhos dos bebés? Com quantos meses se define a cor dos olhos do bebé? Se quer ver estas e muitas outras dúvidas respondidas chegou ao artigo certo!

A aventura fascinante pelo mundo da maternidade começou e são muitas as futuras mamãs que não hesitam em procurar como calcular ou prever a cor dos olhos do seu bebé.

Entre os milhares de pensamentos, listas de nomes e previsões que os pais de primeira viagem fazem a cor dos olhos do bebe é a que mais se destaca!

Hoje, os futuros papás poderão finalmente conhecer as tão aguardadas respostas e, compreender os fatores que influenciam a mudança da cor dos olhos do bebé.

Preparados?

Como se forma a cor dos olhos do bebé?

 A cor dos nossos olhos é fruto da pigmentação da íris, o anel muscular que envolve a pupila.

A melanina, como principal pigmento da íris está presente na pele, olhos e cabelos. É esta proteína que é responsável por absorver os raios ultravioleta do sol e, de proteger as células dos tecidos contra os danos nocivos dessa radiação.

A cor dos olhos é determinada pela quantidade de melanina presente na nossa íris e, ainda, pela forma como a luz interage com outras substâncias presentes nos olhos, como o colágeno, vasos sanguíneos e o lipocromo.

Na maioria dos casos, pessoas com mais melanina têm olhos mais escuros, enquanto pessoas com menos melanina olhos têm mais claros.

No nascimento, a maioria dos olhos dos bebés são azuis ou acinzentados, se a pele for clara. Isto porque a célula responsável por produzir a melanina – o melanócito – dentro do ventre não foi estimulado a produzir melanina.

Entretanto, os bebés de pele morena tendem a nascer com olhos castanhos ou cinzentos.

Após o nascimento, a luz começa a estimular a produção de melanina e, a alterar aos poucos a cor inicial dos olhos bebé.

No decorrer dos seis primeiros meses de vida a produção de melanina é mais intensa. Depois disso e, até ao primeiro ano de vida, os olhos do bebé podem escurecer e depois clarear.

Antes dessa altura, qualquer previsão atrevida não passará de um mero palpite!

Se o melanócito produzir pouca melanina, os olhos do bebé permanecerão azuis. No entanto, se produzir um pouco mais, podem ficar esverdeados e, se produzir muita, castanhos ou negros.

Quando muda a cor dos olhos do bebé?

O DNA dos pais vai ser determinante se terão um bebé de olhos verdes, bebé com olhos azuis, castanhos ou negros.

É crucial entender que a íris humana é constituída por duas camadas e, que a posterior é enriquecida com pigmentos de melanina.

Assim que a luz entra no olho, esses pigmentos absorvem e protegem-na da luz excessiva. Como os olhos de recém-nascido ainda não têm a camada de pigmento formada, essa absorção não ocorre.

Também é por esta razão que os recém-nascidos são mais sensíveis à luz!  À medida que vão maturando, os olhos desenvolvem os pigmentos, daí a cor dos olhos bebé ir alterando ao longo do primeiro ano de vida.

A cor definitiva dos olhos do bebé assume-se por volta dos 9 meses de vida, dado que nessa altura a íris ganhou pigmentação suficiente para se poder prever a cor final.

Isto significa que quando tiver completado 12 meses, pode assumir que o seu bebé já terá com uma grande probabilidade a sua cor dos olhos definitiva.

Como cada caso é um caso, algumas crianças apresentam alterações subtis na cor de olhos até aos seus 5-6 anos.

Todavia, é fundamental salientar que problemas genéticos como o albinismo também podem causar alterações da cor da íris. Nestes casos, os olhos cor de rosa do bebé devem-se aos excessivamente baixos níveis de melanina.

Como calcular então cor de olhos do seu bebé?

Quando se deteta uma gravidez e um dos pais tem olhos claros há sempre uma competição acesa entre o casal e a família quanto à cor de olhos vencedora e, o desejo de a descobrir vai sendo cada maior!

Será que estão à espera de um bebé com olhos claros?

 Será possível um casal de olhos castanhos ter um bebé com olhos azuis? Sim, a probabilidade aumenta se um dos avós tiver olhos azuis ou claros!

Ainda que não seja possível afirmar a cor dos olhos do seu filho, dada a margem de erros e mudanças, o fator que influencia é o gene dominante de um dos pais.

Se bem está recordado, um gene recessivo é um traço herdado geneticamente que pode ser substituído por outro traço.

Quando o assunto é a cor dos olhos bebé, o castanho é a cor dominante, a cor que se impõe e, os olhos azuis os recessivos.

 Logo, é seguro afirmarmos que se um dos pais tiver olhos castanhos e o outro os olhos azuis, é muito mais provável que tenham um bebé com olhos castanhos.

O gene que determina cor dos olhos do bebé é predominante a partir do momento da fecundação!

O que muitos pais não sabem é que a visão é determinante durante a formação do bebé, durante os primeiros anos de vida, dado que é nesta fase que desenvolvem noções como a profundidade, movimento e identificação da cor.

O ideal é que o acompanhamento oftalmológico comece na gestação, percorra os primeiros anos da criança e perdure ao longo da sua vida.

Tendo em conta que o seu sistema visual só está completamente desenvolvido por volta dos 4 anos de vida e, é aperfeiçoado até aos 10 anos, diversas doenças podem comprometê-lo.

A maior dúvida que se impõe entre os pais é como identificar a necessidade de correção da visão dos filhos. Muitos dos sinais de alerta podem passar despercebidos quando ainda nem sabem falar.

Garanta que o seu filho é seguido pelos melhores aliados da saúde visual, que qualquer alteração na sua visão é corrigida a tempo e não interfere no seu crescimento saudável!

Marque já uma consulta de oftalmologia na Clinsborges, através dos contactos disponibilizados.