Buraco Macular: o que é, causas, sintomas e tratamento

Buraco Macular: o que é, causas, sintomas e tratamento

O Buraco Macular é uma doença ocular que pode causar a perda gradual da visão, mas que já desde o início do seu aparecimento, complica bastante a vida de quem é afetado. Nestes casos, quem sofre com a doença tem bastante dificuldade para realizar tarefas como ler, cozinhar, conduzir, etc.

Infelizmente, não há uma prevenção para esta patologia, e que pode surgir basicamente em qualquer pessoa. No entanto, há alguns grupos que têm uma maior probabilidade de desenvolverem o quadro. E, neste artigo, será possível compreender tudo sobre esta doença, como o que é, causas, sintomas, diagnósticos e tratamentos. 

Continue a ler!

Buraco Macular: o que é?

O primeiro ponto a esclarecer sobre esta questão, é justamente conhecer o que é o Buraco Macular. Neste caso, como o próprio nome permite entender, trata-se de uma doença ocular, capaz de afetar a mácula. Essa, por sua vez, é a parte central da retina. Assim, é justamente a área responsável por grande parte da visão. E o buraco é uma abertura que se origina nessa região.

Quais são as causas desta doença?

De uma forma geral, as causas do Buraco Macular devem-se a dois fatores: a idade ou a algum trauma. Nesses casos, há uma contração e separação do humor vítreo da mácula. Esse humor é justamente a massa gelatinosa que representa grande parte de todo o globo ocular (80%).

Assim, através desse processo, pode ocorrer um arrancamento dessa área do tecido retiniano. Em outras palavras, forma-se efetivamente um buraco na mácula, mais precisamente na fóvea, que é a sua região central. Importante referir, que alguns grupos têm maior prevalência sobre esta doença.

Neste caso, destacam-se as pessoas com miopia (miopes), quando possuem 6 dioptrias ou mais, e que passaram por algum trauma. Além do mais, quem já sofre com o Buraco Macular em um dos seus olhos, tem entre 10% a 15% de maior probabilidade de que a doença se manifeste também no seu olho contralateral.

Principais sintomas da doença

Tendo em vista o próprio significado da doença, bem como as suas causas, é importante considerar também os seus principais sintomas. Neste caso, como a área afetada é uma grande responsável pela visão, como o reconhecimento facial, por exemplo, não é tão difícil perceber os sintomas.

Para se ter uma ideia, um dos primeiros sintomas a surgir é justamente algum tipo de distorção nas imagens. Posteriormente, caso haja uma progressão do quadro, essa distorção torna-se realmente num tipo de mancha escura na visão, que surge no seu eixo central.

Qual é o diagnóstico do Buraco Macular?

Como não poderia ser diferente, quando se trata do diagnóstico de uma doença ocular, sugerimos contactar de imediato um oftalmologista. Este profissional conta com a capacidade e as ferramentas necessárias para avaliar o quadro. Nesse caso, realiza-se uma OCT, que é uma Tomografia de Coerência Óptica, bem como também um exame de fundo ocular.

Assim, através destes exames, é possível observar se realmente há a presença ou não da doença ocular, além de outros detalhes. Infelizmente, não é possível realizar uma prevenção específica para esta patologia, mas quanto mais cedo houver o diagnóstico, mais rápido e eficiente será o processo de atuação e recuperação.

Há tratamentos para esta patologia?

Para reparar o Buraco Macular utiliza-se a Vitrectomia, que é uma cirurgia realizada na porção ou segmento posterior do olho. A Vitrectomia é um processo cirúrgico onde o humor vítreo é extraído. Além do mais, a Membrana Limitante Interna também é removida. Posteriormente, introduz-se uma bolha de gás no olho.

O pós-operatório também é um período que exige cuidados específicos, uma vez que o paciente deve manter, por muitos dias, a posição da sua cabeça e face para baixo. O objetivo deste procedimento é justamente permitir e otimizar o processo anatómico de encerramento do Buraco Macular.

O tratamento desta patologia ocorre de uma forma eficiente, uma vez que 9 a cada 10 casos desta doença ocorre o fechamento após a realização da cirurgia. Assim, o paciente consegue ter uma recuperação visual efetiva.

No entanto, é preciso ter em consideração a importância de se ter um diagnóstico precoce. Afinal, o buraco tende a aumentar com o passar do tempo, prejudicando bastante a visão e a própria eficiência do tratamento.

Se desejar obter mais esclarecimento sobre o assunto utilize o nosso Whatsapp 969 884 965 ou contacto direto 222 026 669 – 919 870 967. Os nossos profissionais altamente qualificados vão esclarecer as suas dúvidas.

Confie a sua saúde visual a quem, melhor do que ninguém, conhece os seus olhos!