Miopia definição, causas e tratamentos

Miopia definição, causas e tratamentos

A miopia é uma condição ocular na qual o paciente vê claramente objetos próximos, enquanto que os objetos distantes surgem desfocados.

A miopia é um erro refrativo extremamente comum, que acomete mais de 20% da população mundial.

É crucial que os pacientes conheçam os sinais e sintomas desta doença ocular para que os médicos oftalmologistas possam iniciar o tratamento precocemente.

Somos uma clínica oftalmológica no Porto que alerta diariamente para a importância dos pais e os educadores incentivarem, desde tenra idade, o hábito de ir ao oftalmologista.

Acreditamos que o doente míope já deve ter algum conhecimento de causa para gerir da melhor forma as suas expectativas quanto ao tratamento.

Claro está que não é suficiente conhecer os sintomas, mas perceber a anatomia do olho míope, os fatores de riscos e, as causas para estar a par do que pode e não pode controlar!

Vamos começar?

 

A miopia é muito comum na infância e, está muitas vezes associada à falta de produtividade escolar.

É essencial que, enquanto pai, encaminhe o seu filho a um médico dos olhos antes dos 5 anos de idade.

Se a criança for diagnosticada com miopia antes de iniciar a sua vida escolar conseguirá evitar sérias dificuldades de aprendizagem.

Quando existir suspeita de antecedentes familiares, a criança deve ser vigiada com mais frequência.

Confira todos os sintomas do erro de refração em causa!

 

Quais são os sintomas da miopia?

O sintoma mais notório da miopia é a visão embaciada ou turva quando olha para objetos que estão distantes.

Os primeiros indícios costumam manifestar-se na escola, quando as crianças têm dificuldade de identificar números e letras no quadro.

Já os adultos relatam recorrentemente dificuldades em ler nitidamente os sinais de trânsito enquanto dirigem, com uma maior incidência à noite.

Outros sinais da miopia incluem:

  • Dor nos olhos;
  • Olhos cansados;
  • Pestanejar frequente;
  • Dores de cabeça e sensação de cabeça pesada;
  • Necessidade de semicerrar os olhos para ver melhor;
  • Dificuldade em ler legendas na televisão;

 

As pessoas, que sofrem de miopia, desenvolvem o hábito instintivo de aproximar os objetos mais perto.

Na maioria dos casos, os sintomas da miopia desaparecem após a correção com óculos ou lentes de contacto.

Após a correção, a fadiga ocular pode manter-se, em média, entre uma a duas semanas até a visão estabilizar.

O primeiro passo é a realização de um exame oftalmológico rigoroso e completo onde poderá ser avaliada a possibilidade de realizar uma eventual cirurgia refrativa.

Agora, vamos analisar detalhadamente os fatores de risco.

Acompanhe!

 

Quais são os fatores de risco da miopia?

Segundo o National Eye Institute, a miopia é diagnosticada normalmente entre os 8 e os 12 anos de idade.

Nessa idade, o olho ainda se está a formar, pelo que o formato dos olhos ainda pode sofrer alterações.

Quando não é diagnosticada a tempo, a doença torna-se irreversível na fase adulta.

Os diabetes, assim como outras condições de saúde, constituem fatores de risco para a evolução da miopia.

O stress visual é outro fator de risco, devido ao esforço ocular excessivo ao realizar determinadas atividades, como ler ou passar muitas horas ao computador.

A causa mais comum está ligada à carga horária excessiva que despende no uso de aparelhos digitais.

A rotina laboral é muitas vezes responsável, uma vez que cerca de 80% das pessoas, entre os 20 e os 40 anos, trabalha entre 6 e 8 horas seguidas com aparelhos digitais.

Estas estatísticas são alarmantes, mas comprovam que a causa mais frequente da miopia está intimamente ligada ao uso descontrolado do smartphone, tablet ou computador.

A miopia também pode ser uma condição ocular herdada. Se um ou ambos os pais são míopes, existe uma forte predisposição para a criança a desenvolver num futuro próximo.

Dito isto, é altura de descodificar a anatomia do seu olho!

               

Anatomia: Como funciona um olho com miopia?

A miopia é originada por um erro de refração. Esse erro de refração ocorre quando o seu olho não focaliza a luz corretamente.

O olho foca a luz e os objetos à frente da retina. A retina é um camada localizada na parte posterior do olho que recebe a luz.

O olho transforma a luz em impulsos elétricos e que o seu cérebro interpreta como imagens.

Se for diagnosticado com miopia, é importante saber que o seu olho foca incorretamente, porque a sua forma é anormal.

Um globo ocular míope é geralmente mais longo e, a sua córnea muito encurvada.

A boa notícia é que existe de facto a possibilidade de corrigir a miopia!

Descubra todas as respostas no próximo tópico.

 

Quais são os tratamentos para corrigir a miopia?

A correção da miopia pode realizar-se através de três alternativas: óculos, lentes de contacto ou cirurgia refrativa.

Os óculos e lentes de contacto são exemplos de lentes de correção. Estes dispositivos são indicados para compensar a curvatura da córnea e/ou o alongamento excessivo do olho.

O objetivo é deslocar posteriormente o foco da luz quando ele entra no olho.

Podemos ainda prescrever lentes de correção para o dia todo ou apenas para determinadas atividades, como a leitura, condução ou rotina laboral.

As lentes de contacto oferecem um campo visual mais amplo do que os óculos.

Este tratamento não é adequado para todos os casos, porque existem sempre exceções que não conseguem tolerar lentes de contacto, pela irritabilidade causada sobre a superfície dos olhos.

Entretanto, a cirurgia refrativa é um método permanente de correção da miopia! Para além de ser muito reconhecida como cirurgia ocular a laser, o procedimento é capaz de reformular a córnea para focar a luz e os objetos na retina.

A maioria dos pacientes que são submetidos à cirurgia Lasik não precisam de voltar a usar lentes de contacto ou óculos.

 

À mínima alteração nos olhos, como visão embaciada ou halos em volta das luzes, deve procurar uma clínica oftalmológica!

A Clinsborges é um centro especializado em doenças oculares e, já corrigiu inúmeros casos de miopia.

Se estiver interessado marque já a sua consulta, através dos contactos disponibilizados.