Oftalmologista Pediátrico e a importância da consulta

Oftalmologista Pediátrico e a importância da consulta

Passamos muitos anos a aprender a ver!

Aprender a andar ou falar não é diferente. Nenhuma destas habilidades está concluída à nascença.

Muitos pais desconhecem a necessidade de as crianças serem, desde cedo, vigiadas por um oftalmologista pediátrico.

A Oftalmologia Pediátrica está intimamente ligada ao desenvolvimento visual das crianças e adolescentes.

Neste artigo, reforçamos as vantagens de os pais levarem os seus filhos ao oftalmologista pediátrico e, a necessidade da consulta de oftalmologia pediátrica ser regular.

 

É necessário frisar a importância do papel dos pais para assegurar hábitos saudáveis desde a infância.

Os primeiros anos de vida são essenciais para um bom desenvolvimento do sistema visual.

Nas consultas verificamos que muitos problemas de visão passam despercebidos, no período crítico. O período onde 90 % da visão está a desenvolver-se.

Os nossos filhos não reconhecem sintomas ou sinais, mesmo que sofram uma alteração de visão.

A consequência de não serem atempadamente examinados pelo oftalmologista pediátrico acarreta um atraso no diagnóstico e tratamentos o que, em inúmeros casos, compromete seriamente a visão.

Por isso, é prioritário trazer o seu filho o quanto antes para o avaliarmos!

 

Para entender como um oftalmologista pediátrico o pode ajudar, é primordial entender o que este profissional faz.

Ansioso?

 

O que é oftalmologista?

Um oftalmologista é um médico que realizou uma preparação médico-cirúrgica, durante mais de 10 anos, na área da oftalmologia.

Está qualificado para diagnosticar e tratar todas as doenças oculares.

 

Quando diagnosticadas doenças oftalmológicas complexas e, necessidade de intervenção urgente e imediata, o oftalmologista deve intervir.

Em resumo o oftalmologista é o profissional apto a tratar doenças oculares do âmbito médico e cirúrgico.

As subespecialidades repartem-se em:

  • Catarata;
  • Retina;
  • Cirurgia Refrativa;
  • Córnea e doenças oculares externas;
  • Cirurgia Oculo-plástica;
  • Neuro-Oftalmologia;
  • Oftalmologia Pediátrica.

 

Agora já sabe a quem deve recorrer em cada caso.

Está na altura de entender como incentivar as idas ao médico dos olhos ou oftalmologista.

Precisa que os mais novos percebam as vantagens das consultas e criar disciplina.

Mas nem sempre é fácil!

Com a nossa ajuda, muitos pais viram bons resultados, agora é a sua vez!

Vamos começar?

 

Qual a frequência da consulta Oftalmologia Pediátrica?

O ideal é que o acompanhamento oftalmológico comece na gravidez. Verificamos casos de sucesso quando o oftalmologista infantil começa a atuar logo na fase gestacional.

Certas doenças surgem exclusivamente na infância e, ainda podem ser corrigidas.

A ambliopia surge quando algum problema como a catarata, estrabismo ou erro refrativos não são diagnosticados a tempo.

Estes problemas merecem a atenção reforçada dos pais.

A criança tem de ser sempre vigiada, independentemente da idade.

Contudo há casos que inspiram mais cuidados!

A criança deve ser encaminhada para um oftalmologista pediátrico quando forem suspeitas doenças genéticas ou metabólicas, alterações neurológicas, doenças sistémicas e, não menos relevante, antecedentes familiares de doenças oftalmológicas.

Nesta fase a criança corre riscos oftalmológicos se não for pontual nas consultas com o oftalmologista pediátrico.

 

A primeira avaliação deve ser realizada após o nascimento e, identifica problemas oftalmológicos como a catarata ou um tumor.

Já as consultas de rotina de saúde infantil com o oftalmologista pediátrico:

  • Antes dos 3 anos;
  • 5 e 6 anos: a consulta deve ser repetida, antes da criança iniciar a escola.

É crucial entender que adiar uma consulta tem riscos associados.

Sabemos de muitos casos em que as crianças são assintomáticas. Mas não deixamos de constatar crianças que manifestam sinais de alerta.

No próximo tópico, abordamos os casos em as crianças são encaminhadas à consulta de oftalmologia de urgência.

 

O que é consulta de oftalmologia de urgência?

Conheça agora 7 casos que são considerados urgência de oftalmologia:

  • Olhos vermelhos;
  • Olhos inchados;
  • Dor nos olhos;
  • Papos nos olhos;
  • Olhos a tremer;
  • Derrame nos olhos;

 

Sabemos que existe muita procura pela área de oftalmologia de urgência, no Porto.

Ao longo destes anos temos ajudado inúmeros pais a superar as preocupações com os mais novos.

 

Se já está cansado de procurar um Oftalmologista no Porto e, de continuar sem solução, a nossa clínica pode ajudá-lo!

Estamos preparados para o receber na consulta de urgência de oftalmologia no Porto.

Deixe ao cuidado da Clinsborges a saúde ocular dos mais pequenos!

 

Se estiver interessado, marque já uma consulta de oftalmologia pediátrica de urgência ou rotina, através dos nossos contactos.