Sabe a diferença entre miopia e astigmatismo?

Sabe a diferença entre miopia e astigmatismo?

A miopia e o astigmatismo são erros refrativos que causam visão desfocada e, embora muitas pessoas os confundam, são de facto duas condições oculares completamente distintas.

A diferença mais evidente é que a miopia causa visão turva ao longe, já o astigmatismo dificuldade de visão tanto ao longe como ao perto.

Mas existem outros fatores, com as causas e sintomas, que descartam qualquer semelhança entre as duas condições.

É crucial saber como estas deficiências visuais se manifestam para as detetar a tempo e preservar a sua saúde ocular!

Foi a partir dessa premissa que preparámos um artigo para explicarmos ao detalhe a diferença entre miopia e astigmatismo.

Como clínica oftalmológica sediada no Porto, procuramos consciencializar as pessoas sobre a importância de realizar exames oftalmológicos preventivos regulares.

 

Vamos começar?

O que é miopia e quais são os seus sintomas?

Ao analisarmos o seu olho, estudamos a córnea, a íris, a pupila, o cristalino, a retina e o nervo ótico.

A luz que penetra no olho sofre desvios/reflexões na córnea e cristalino e, é transmitida ao cérebro através do nervo ótico. Isto tudo para ser interpretada como imagem!

O processo que acabou que ler descreve um ciclo de visão normal.

Porém, o mesmo não ocorre com o olho míope: a luz que entra no olho reproduz-se na frente da retina e não nela, o que acaba por desencadear a visão desfocada dos objetos a uma longa distância.

É por isso que a causa da miopia está relacionada na maioria dos casos a um defeito na curvatura da córnea, que permite que a luz se projete adiante mais ou menos longe da retina.

O principal sintoma da miopia é a dificuldade de ver claramente os objetos que estão a uma longa distância!

 

No entanto, existem outras manifestações que podem ajudar a reconhecer essa condição como:

  • Dores de cabeça frequentes;
  • Olhos cansados e dores nos olhos;
  • Dificuldade a conduzir, sobretudo à noite;
  • Dificuldade em ver legendas na televisão;
  • Hábito de aproximar os objetivos para mais perto.

A rotina laboral atual exige que muitos profissionais dispensem 6 a 8 horas seguidas com aparelhos digitais, o que acaba por contribuir para um esforço ocular contínuo e, como resultado, um stress visual, referido pelos doentes.

Nalguns casos, a miopia é uma condição congénita. A hereditariedade é um fator de risco, assim como a presença de outras doenças de saúde, como a diabetes.

Dito isto, está na altura de desvendar o que é o astigmatismo!

 

O que é o astigmatismo e quais são os seus sintomas?

O astigmatismo é outro erro refrativo, que ocorre quando o defeito na córnea ou no cristalino impede que as imagens foquem corretamente.

Neste cenánio, os raios de luz penetram o olho para se concentrarem em vários pontos da retina em simultâneo, originando assim uma visão turva.

A causa é muitas vezes a curvatura anormal em diferentes localizações da córnea.

Se não tem o hábito de realizar exames oftalmológicos regulares, corre o risco de desenvolver esta condição em qualquer idade.

 

Entre os seus principais sintomas, encontramos:

  • Visão turva ao longe e a curta distância;
  • Fadiga visual;
  • Visão dupla;

Agora que já conversamos sobre cada um destes erros de refração, vamos ajudá-lo a distinguir a miopia e o astigmatismo.

 

Qual é a diferença entre miopia e astigmatismo?

Tenha sempre em mente que são dois erros de refração diferentes: enquanto a miopia impede o foco adequado dos objetos a longas distâncias, o astigmatismo desencadeia visão embaciada a qualquer distância.

 

A origem é outro elemento que os diferencia:

  • A miopia deriva de um defeito ocular no comprimento do olho e, alguns casos, da curvatura excessiva da córnea.
  • O astigmatismo é detetado geralmente durante a infância.
  • A miopia leva à necessidade de aproximar os objetos dos olhos para ver melhor. Com astigmatismo sentirá dificuldade ao ver ao perto (leitura de um livro) e ao longe (placas na estrada);
  • A miopia pode desencadear estrabismo e, o astigmatismo visão dupla;
  • A miopia causa fadiga ocular e, o astigmatismo hipersensibilidade à luz (fotofobia), sensação de vertigem e, dor de cabeça em ambientes muito iluminados.

 

Como acaba de comprovar que a miopia e o astigmatismo são problemas de visão diferentes, embora ambos tenham as mesmas alternativas para a correção.

Descubra todas as repostas no último tópico!

 

Quais são os tratamentos para a miopia e astigmatismo?

Conheça agora todas as possibilidades de tratamento:

  • Óculos e lentes de contacto

Apesar dos sintomas e causas serem intimidantes, existem um ponto muito positivo em comum: ambos podem ser corrigidos!

O método mais comum para combatermos os sintomas dessas condições é através do uso de óculos ou lentes de contacto.

Independentemente da distância, o paciente consegue focar as imagens.

Para isso, é crucial identificar o número de dioptrias que o doente apresenta e que necessitam de ser corrigidas. O objetivo é permitir que a luz seja projetada na retina.

 

Cirurgia Lasik

Os óculos e lentes de contacto têm uma série de restrições! Os óculos, pela estética e, as lentes ainda que ofereçam um campo visual mais amplo, desencadeiam muitas vezes irritação na superfície do olho.

 

A cirurgia Lasik tem muita procura na nossa clínica, uma vez que ao corrigimos o defeito que os originou, conseguindo recuperar a acuidade visual!

A operação é sempre realizada sob anestesia tópica, recorrendo a gotas.

Segundo os nossos pacientes, é um processo indolor e rápido, para além das melhorias na visão ser detetas desde o primeiro dia, na maioria dos casos.

Desde 1992 contamos com uma equipa de médicos oftalmologistas com diversas especializações, sendo uma delas a Cirurgia Refrativa!

 

Marque já a sua consulta na Clinsborges e, descubra como podemos ser verdadeiros aliados para a prevenção da sua visão!

Utilize um dos seguintes contactos disponibilizados ou diretamente pelo contacto abaixo: