Cirurgia às cataratas: quais os benefícios e riscos da cirurgia

Cirurgia às cataratas: quais os benefícios e riscos da cirurgia

Quando o diagnóstico das Cataratas nos olhos é precoce as probabilidades de o tratamento cirúrgico ser eficaz são muito superiores!

Ainda que a visão seja um sentido primordial para a realização das atividades rotineiras, ainda não está enraizado o hábito de cuidar da saúde ocular.

É alarmante a falta de conhecimento generalizado sobre as doenças oculares que podem levar à cegueira, como a catarata.

A comunicação gera mais consciencialização. A consulta de oftalmologia é o momento oportuno para o paciente expor as suas inseguranças, mas nem sempre é esta a realidade.

Pensando nisso, criámos um espaço informativo onde explicamos diversos temas relacionados aos cuidados com a visão e às principais doenças oftalmológicas.

Uma das perguntas que mais recebemos nestas últimas semanas está relacionada à operação às cataratas, às suas vantagens e possíveis complicações.

Para o ajudar a tomar uma decisão mais ponderada vamos responder a esta questão.

Se é novo no Blog, a Clinsborges é uma clínica de oftalmologia sediada no coração do Porto, e hoje vai esclarecer as dúvidas mais frequentes quanto à cirurgia de catarata.

Vamos começar com uma breve introdução às cataratas oculares!

 

Muitas pessoas continuam sem saber o que é o cristalino!

O cristalino é a lente natural que está localizada no interior do seu globo ocular (olho), mais precisamente atrás da pupila.

No seu perfeito estado tem uma aparência transparente! Isto permite a passagem dos raios luminosos e a sua focagem na retina, para se formar uma imagem nítida.

A perda da transparência dessa lente vai naturalmente dificultar a entrada de luz nos olhos e diminuir significativamente a visão, originando as cataratas nos olhos.

Estas perturbações no funcionamento da visão são muitas vezes responsáveis por distorções visuais, podendo levar à cegueira.

Por isso é que afirmarmos que o seu grau de acuidade visual se determina pelo poder do cristalino, pela curvatura da córnea e, mesmo, pelo tamanho dos olhos.

É assim que surge a catarata congênita, secundária e a senil!

 

Nos últimos 20 anos, a cirurgia cataratas evoluiu para um procedimento refrativo revolucionário na área da oftalmologia, graças à eficácia de novas técnicas cirúrgicas inovadoras, como as lentes intraoculares mais sofisticadas.

Outra pergunta muito frequente é em que ocasiões é realizada a cirurgia.

Descubra tudo no primeiro tópico!

 

Quando é realizado o tratamento cirúrgico para as Cataratas nos olhos?

Sabemos que existe alguns palpites online que afirmam que existem tratamentos médicos para a cura das cataratas, a verdade é que não estão certos!

O único tratamento eficaz é cirúrgico, que já permite corrigir astigmatismos superiores a 2 dioptrias, com o recurso às lentes intraoculares tóricas.

A somar a isto, já registámos vários casos que conseguiram obter boa acuidade visual, ao longe, a meia distância e ao perto, graças às lentes intraoculares multifocais.

Sim, percebeu bem!

A cirurgia da catarata não só restitui a visão, como é um verdadeiro procedimento refrativo. Os pacientes conseguem ver corrigidos erros refrativos e, ainda, eliminar a dependência de óculos e lentes de contacto.

A cirurgia é cada vez mais realizada entre os 50 e os 55 anos.

Não obstante, só avançamos com a cirurgia quando a perda de visão interfere drasticamente em tarefas rotineiras, como a condução e a leitura.

Os nossos médicos oftalmológicos realizam uma avaliação pré-operatória muito meticulosa para detetar potenciais alterações no nervo ótico ou retina, capazes de comprometer o resultado final pretendido.

 

O que acontece na cirurgia das cataratas nos olhos?

Para os mais curiosos: Recorremos à técnica cirurgia mais eficaz, a facoemulsificação, com a colocação de uma lente intraocular.

Este procedimento assegura na maioria dos casos uma rápida recuperação visual!

Assim que inserimos a lente, damos por finalizada a cirurgia sem a necessidade de sutura e internamento. Na maioria dos casos, o paciente regressa às suas atividades poucos dias depois.

 

Agora que já conhece todos os benefícios do procedimento cirúrgico é altura de conhecer as possíveis complicações.

 

Quais são os benefícios e os riscos da operação às cataratas nos olhos?

A procura por esta cirurgia aumentou em larga escala nos últimos anos, por ser conhecida como um procedimento extremamente seguro e confiável.

Ainda que as complicações sejam remotas, existe a possibilidade de ocorrência de endoftalmites infecciosas, quando a cirurgia não é realizada em centros cirúrgicos, aliada à internação de curta permanência e, de forma não simultânea (um olho a cada dia).

A realidade é que na nossa clínica estes riscos são muito escassos, graças à evolução da técnica atualmente utilizada, aos aparelhos, à medicação administrada e, aos cuidados de assépsia protocolados antes, durante e após a cirurgia.

 

Se ficou interessado, marque já a sua consulta oftalmológica na Clinsborges, através dos contactos disponibilizados!

Se estiver interessado marque já a sua consulta, através dos contactos disponibilizados.