fbpx
Amplitude de acomodação: o que é e como funciona

Amplitude de acomodação: o que é e como funciona

A amplitude de acomodação é um processo importante da visão, que atua de forma muito sistematizada e com a ação de diversos elementos. Assim, dentro desses processos, há a acomodação correta da imagem capturada na retina, que é uma tarefa do cristalino do olho.

Então, dentro deste sistema, o ponto próximo e o ponto remoto da visão são justamente o que modulam essa acomodação. E, neste artigo, vamos abordar sobre este tema de forma clara e direta. Por isso, acompanhe até ao fim do conteúdo para entender cada detalhe.

O que é amplitude de acomodação visual?

Dentro do processo da visão, mais precisamente da captura da imagem, o cristalino atua de forma a ampliar e reduzir o seu campo focal. Assim, a imagem que chega até à retina é configurada de acordo com a distância que ela está do olho. Em outras palavras, o cristalino acomoda a imagem sobre a retina, alterando o seu foco.

Quais os elementos relacionados a este processo?

De uma forma geral o olho, embora seja um órgão pequeno, é formado ainda por diversas outras partes menores. Assim, há um sistema muito bem articulado, que faz com que ele seja capaz de capturar a imagem, convertê-la em estímulos elétricos, e levar até ao cérebro.

Neste caso, os principais elementos dessa estrutura são a córnea, íris, cristalino, esclerótica, músculos ciliares, coróide, retina, nervo óptico, fóvea e humor aquoso. Mas, desses, os que estão diretamente ligados à amplitude de acomodação visual são a córnea, o cristalino, os músculos ciliares e a retina.

Como ocorre o processo de amplitude de acomodação visual?

Para a formação da visão, a córnea e o cristalino atuam como duas lentes convergentes, os músculos ciliares alteram a curvatura do cristalino, levando a luz até às células sensíveis à luz da retina. Assim, a imagem forma-se justamente sobre a retina, que acaba transportando a mensagem para o cérebro pelo nervo óptico.

O grande segredo, é entender que ao mesmo tempo que uma pessoa consegue ver objetos que estão perto, também consegue ver objetos que estão distantes. E, neste processo, os músculos ciliares possuem um papel de grande importância.

O que ocorre é que a retina é fixa, ou seja, ela não se move de modo nenhum. E a formação da imagem sobre ela, dependendo da distância do objeto, ocorre devido a ação dos músculos ciliares. Esses músculos conseguem ampliar e diminuir o raio do cristalino. Então, a imagem forma-se de forma adequada sobre a retina. Assim, a amplitude de acomodação visual ocorre através desse processo.

Assim, conforme um objeto se aproxima do olho, os músculos ciliares atuam de forma a comprimir o cristalino. Deste modo, o raio de curvatura entre as duas faces diminui. Então, a distância focal também fica menor.

Por outro lado, quando se trata de um objeto que esteja distante do olho, os músculos ciliares ficam relaxados. E, com isso, o raio de curvatura é maior, bem como também a própria distância focal. Trata-se então de um processo de adequação à distância do objeto. Neste contexto, surgem dois termos importantes para melhor compreensão: o ponto próximo e o ponto remoto.

O que é o ponto próximo e remoto?

Dentro dessa amplitude de acomodação, o ponto próximo é justamente aquele que está mais próximo do olho, no qual a imagem ainda é nítida. Em outras palavras, é o ponto mais perto que só é possível ver nitidamente. Assim, os músculos ciliares estão em sua máxima contração, por isso, não é possível ir além disso. Então, num olho normal de um ser humano adulto, esse ponto próximo é de 25 centímetros de distância do olho.

Por outro lado, o ponto remoto é justamente o processo contrário, sendo o mais longe possível onde se pode ver com nitidez. Assim, os músculos ciliares estão completamente relaxados, sem comprimir de forma alguma os cristalinos. Então, para um olho adulto normal, essa distância é chamada de infinito.

Assim sendo, a amplitude de acomodação compreende justamente esse espaço, entre o ponto próximo e o ponto remoto. Afinal, são a amplitude máxima e mínima do cristalino,  a depender da ação do músculo ciliar.

Se desejar obter mais esclarecimento sobre o assunto utilize o nosso Whatsapp 969 884 965 (chamada para rede móvel nacional) ou contacto direto 222 026 669 – 919 870 967 (chamada para rede fixa e móvel nacional). Os nossos profissionais altamente qualificados vão esclarecer as suas dúvidas.

Confie a sua saúde visual a quem, melhor do que ninguém, conhece os seus olhos!