Olhos secos? Não cometa estes erros básicos!

Olhos secos? Não cometa estes erros básicos!

Se sente os seus olhos secos e com irritação ou lacrimejo, sem dúvida que a primeira reação é procurar obter um alívio rápido.

Todos concordamos que seja sentir o olho doloroso ou apenas uma ligeira irritação, vai atrapalhar as nossas tarefas do dia-a-dia. Vai sentir dificuldade em ler, assistir televisão ou até mesmo trabalhar no computador.

É importante saber que as suas lágrimas têm uma tarefa fundamental. Cada vez que pisca ou pestaneja, lubrifica e humedece o olho, removendo qualquer elemento externo diminuindo assim a probabilidade de infeção. Mas os olhos também podem ficar secos por outros motivos, como é o caso da degenerescência macular da idade.

A boa notícia é que existem várias ações que ajudam a prevenir e melhorar o estado do olho seco e outras que nem tanto. Neste artigo a nossa clínica oftalmológica reuniu para si alguns dos erros mais comuns que deve evitar.

 

Certifique-se de que não está a cometer estes erros!

  • Usar o tipo errado de colírio: Lágrimas artificiais substituem as que os seus olhos não estão produzindo. E ajudam a aliviar um pouco o desconforto dos olhos secos. Mas alguns são melhores do que outros. Fique longe daqueles que prometem apenas suprimir a vermelhidão. Eles têm componentes químicos que podem contrair os vasos sanguíneos dos olhos podendo mesmo agravar o olho seco. Sugerimos sempre a consultar um médico oftalmologista, este pode recomendar os colírios adequados para os seus olhos.
  • Fumo: Os cigarros não prejudicam apenas os pulmões, mas também fazem mal aos olhos. Fumar ou ficar perto de fumaça pode causar ardência nos seus olhos.
  • Tomar medicamentos para alergias: estes podem contribuir para diminuir as suas lágrimas, o que torna mais difícil para os seus olhos se libertarem dos alérgenos.
  • Passear no exterior sem óculos de sol: Os olhos secos necessitam de proteção contra o vento e o sol. Deve escolher uns óculos escuros que se ajustem bem ao seu rosto e tenham armações/proteções laterais. Use-os o tempo todo, não apenas quando está muito sol.
  • Ficar demasiado tempo exposto a um ecrã: Os seus olhos necessitam de uma pausa. Pratique a regra 20/20/20. Faça um intervalo de 20 segundos a cada 20 minutos e olhe para algo a 6 metros de distância (20 pés). Verifique se o seu monitor está corretamente posicionado. Deve estar no nível dos olhos ou logo abaixo (5 cm), para que não force os seus olhos.
  • Não piscar o suficiente: Pisque ou pestaneje com mais frequência de forma voluntária quando estiver no computador, lendo, dirigindo ou assistindo a televisão. Quando estamos focados em algo temos tendência para reduzir a quantidade de pestanejo. Piscar é uma ação fundamental para os seus olhos, sendo desta forma que o seu olho se mantém lubrificado e húmido.
  • Usar maquilhagem nos olhos: Para além de poderem causar irritação por alergia o rímel e o delineador podem bloquear as glândulas das pálpebras. Isto pode causar ardor e inchaço. Usar um delineador na parte interna das pálpebras também é uma péssima ideia. Pode bloquear as glândulas e trazer bactérias para o olho.
  • Beber poucos líquidos: Os seus olhos podem secar se não beber água o suficiente. Experimente de 8 a 10 copos por dia. Se tem dificuldade para beber tanto, opte por alimentos com alto teor de líquidos, como melancia, alface e tomate.
  • Alimentação incorreta: Peixes oleosos como salmão, nozes e verduras são ricos em ácidos graxos ômega-3, o que pode ajudar a combater o olho seco. Tente comer pelo menos duas porções de peixe por semana. O óleo de linhaça e o óleo de peixe também são boas fontes de ômega-3.
  • Tratar-se sozinho sem consultar um médico oftalmologista: Pode de facto ser tentador adquirir colírios ou pomadas numa farmácia local. Mas esta não é de todo uma boa atitude. Existem imensas causas para o olho seco e só um médico oftalmologista pode identificar e indicar o tratamento correto para o seu problema.

Agora que já sabe quais os erros mais comuns, não opte por automedicar-se. Considere reservar uma consulta com um dos nossos médicos oftalmologistas especializados na Síndrome do Olho Seco e no próprio dia ficará a conhecer qual o melhor tratamento para si.

Para reservar uma consulta de oftalmologia, utilize os contactos disponibilizados.